NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Terça-feira, 11 de Março de 2014
CARTAXO: DEPUTADOS DO PS VISITARAM O CONCELHO DO CARTAXO

 

  • ·        Educação e acessibilidades rodoviárias estiveram no centro desta visita, que decorreu no dia 7 de março 
  • ·        Falta de recursos humanos e obras de manutenção nas escolas são as principais preocupações do Agrupamento D. Sancho I 
  • ·        Atividade agrícola tem sido prejudicada pelo condicionamento rodoviário em vários acessos na freguesia de Valada

 

Os deputados do PS eleitos no círculo de Santarém, António Gameiro, Idália Serrão e João Galamba, visitaram o concelho do Cartaxo na passada sexta-feira, dia 7 de março.

 

Recebidos nos Paços do Concelho pelo presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, os deputados começaram por visitar o Agrupamento de Escolas D. Sancho I, em Pontével, seguindo depois em direção à Lezíria, com visitas às pontes do Reguengo, Rainha D. Amélia e Santana.

 

Acompanharam também esta visita o vice-presidente da Câmara Municipal, Fernando Amorim, a vereadora Sónia Serra, o presidente da Assembleia Municipal, Gentil Duarte, os presidentes das Juntas de Freguesia de Pontével, Vale da Pedra e Valada, Jorge Pisca, José Belo e Manuel Fabiano, respetivamente, o Comandante dos Bombeiros Municipais, David Lobato, o Adjunto e o Chefe de Gabinete do Presidente, Carlos Cláudio e Vasco Casimiro, respetivamente, e mais alguns autarcas locais. 

 

Pedro Magalhães Ribeiro saudou a iniciativa dos deputados do PS, considerando importante “esta relação de proximidade, porque só assim é possível sentir os reais problemas dos concelhos que representam na Assembleia da República”, afirmou. 

 

Quanto à temática da visita, o autarca sublinhou que “a educação é uma questão fundamental para o futuro e que está no centro da nossa atenção. Os problemas que temos nesta área são transversais a todos os concelhos e preocupa-nos muito a forma como o Ministério tem tratado o pessoal docente, cada vez mais associado a trabalho administrativo e com menos tempo para a tarefa de ensinar”. A questão ambiental e a saúde pública nas escolas, que o amianto representa, foi também referida pelo presidente de Câmara como uma das mais preocupantes.

 

No centro desta visita estiveram também as infraestruturas rodoviárias e a sua importância para a vertente económica, designadamente para atividade agrícola. “As acessibilidades que servem os agricultores que cultivam os férteis terrenos da nossa Lezíria não respondem às necessidades destes, nem das populações. Tivemos recentemente mais uma época de cheias, e o acesso à freguesia de Valada voltou a ficar condicionado. Sendo o Cartaxo um concelho essencialmente agrícola, assistimos ao desespero dos agricultores por não terem forma de fazer sair os seus produtos da freguesia de Valada, não só em tempo de cheia, mas também porque as pontes que dão acesso àquela freguesia têm limitação no que diz respeito ao peso dos veículos”, explicou Pedro Magalhães Ribeiro.

 

Na “radiografia” que fez do concelho, o presidente da Câmara Municipal destacou ainda a “grave situação financeira” enfrentada pela autarquia e o dossiê das águas.

 

Este último envolve “problemas complexos, com graves prejuízos para os munícipes” afirmado mesmo que “é um contrato que prejudica o interesse público, ao qual foi acrescentado um contrato adicional que veio introduzir alterações muito graves, entre as quais o aumento drástico do preço da água ao consumidor, que nos próximos seis anos terá um aumento para além da taxa de inflação, de mais de 30%, sem que o município beneficie quer por via dos investimentos, quer das rendas”.

 

O autarca explicou que a renegociação deste contrato, a par da situação financeira,  é uma das tarefas mais urgentes, mas também mais difíceis que o novo executivo tem de cumprir “o contrato está assinado e aprovado nos órgãos municipais competentes, é legal e temos de respeitá-lo, mas seremos muito firmes na sua renegociação”.

 

Deputados pretendem estar mais próximos dos concelhos que representam

Idália Serrão explicou que os deputados do PS, no âmbito da sua atividade parlamentar, iniciaram no início deste ano um conjunto de visitas aos concelhos do distrito, cujo principal objetivo é “perceber que visão têm os autarcas – legítimos gestores públicos dos municípios – para os seus concelhos, chamar a atenção para os principais problemas locais e contribuir efetivamente para encontrar soluções para resolver esses mesmos problemas”.

 

António Gameiro definiu o Cartaxo como “um concelho extremamente importante para o cômputo regional, que assume um papel de charneira decisivo a sul do distrito”. O deputado defende que o concelho do Cartaxo destaca-se igualmente pela sua “complementaridade à Grande Área Metropolitana de Lisboa. Vemos no Cartaxo uma oportunidade para crescer, não em termos de construção desenfreada, mas numa vertente de alternativa em termos de qualidade de vida em relação a Lisboa”, acrescentou. 

 

António Gameiro referiu-se ainda à “degradada situação financeira da Câmara” e defendeu que, à semelhança de outros concelhos, também o Cartaxo deveria ser contemplado com instrumentos de financiamento local. “Mas é com satisfação que encontramos aqui uma Câmara que tem muita vontade de trabalhar, apesar das dificuldades que enfrenta”, afirmou.

 

Deputados visitaram o Agrupamento de Escolas D. Sancho I

Recebidos pelo diretor Luís Bruno Lourenço, os deputados tomaram conhecimento dos principais problemas deste agrupamento, cuja sede se encontra na EB 2,3 de Pontével e do qual fazem parte quatro escolas do 1.º ciclo e quatro jardins de infância.

 

A gestão do corpo docente foi uma das principais preocupações apontadas pelo diretor, nomeadamente no que diz respeito à falta de professores ao nível das necessidades educativas especiais e ao nível da via profissionalizante, cujos cursos no âmbito dessa oferta formativa deixaram de existir.

 

Neste momento é uma aposta do agrupamento elevar os níveis do sucesso escolar, estando em implementação a organização dos alunos por rendimento, segundo o modelo das turmas de perfil, já com resultados “muito positivos”, informou Luís Bruno Lourenço.

 

O diretor defende “um modelo de relacionamento aberto, de permanência na escola, mais longe dos mega-agrupamentos, que valorize a relação com a comunidade e a relação professor/aluno”.

 

Luís Bruno Lourenço reforçou ainda que há necessidade de fazer intervenções de requalificação na escola, que estão condicionadas face às dificuldades financeiras. Uma das intervenções mais urgentes é a remoção da cobertura de um pátio anexo à escola, que possui placas de fibrocimento que contêm amianto. A área está isolada e a intervenção terá de ser efetuada por uma empresa certificada.

 

O presidente da Câmara Municipal informou que esta é uma questão prioritária e que será apresentada na reunião que já está marcada com o Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar, contudo, o autarca acredita que as situações que existem no concelho não apresentam risco para a saúde pública.

 

“Quase todas as infraestruturas escolares que foram construídas desde a década de 80 até ao ano de 2000 têm cobertura de fibrocimento, onde há composição de amianto. A situação começa a ser prejudicial quando estas placas ficam degradadas e se verifica uma dispersão de partículas. Nós temos a nossa avaliação dos problemas, mas gostaríamos de aprofundar melhor os critérios de perigo”, frisou Pedro Magalhães Ribeiro, acrescendo que o “plano B” passa por abordar a possibilidade de existir um compromisso ao nível da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo para efetuar medições e monotorizações no que respeita ao amianto, tal como já existe com a medição de ruído, por exemplo.

 

Comitiva visitou três pontes que estão a condicionar o transporte de produtos agrícolas na zona da Lezíria

Os terrenos da freguesia de Valada, em plena Lezíria, são dos mais férteis do país e o concelho do Cartaxo é o maior produtor de tomate nacional e o segundo da Europa, produzindo igualmente grandes quantidades de muitos outros produtos hortícolas. A agricultura tem assim um grande peso na economia local, por essa razão Pedro Magalhães Ribeiro considera que esta é uma área na qual o município deve apostar.

 

Contudo, a degradação de algumas vias – como o caso da Ponte do Reguengo e Ponte de Santana – tem levado as autoridades a determinar um limite de peso para os veículos que circulam nessas infraestruturas, o que tem vindo a ser muito prejudicial para os agricultores.

 

A respeito da Ponte do Reguengo, Pedro Magalhães Ribeiro informou que, “ainda que nada tenha sido comunicado à Câmara Municipal, sabemos por parte do empreiteiro que as Estradas de Portugal pretendem iniciar as obras nesta ponte nos próximos dois, três meses”.

 

Aproveitando a visita ao local, a comitiva deslocou-se também às margens da Vala Real, que em tempos foi um recurso hídrico muito importante para o transporte de mercadorias para Lisboa e para a atividade piscatória.

 

O presidente da Junta de Freguesia de Vale da Pedra, José Belo, alertou os deputados para a poluição deste curso de água e para a necessidade da limpeza das margens, referindo que “o problema é antigo” e que já foram feitas várias reivindicações ao Ministério do Ambiente.

 

A comitiva fez ainda uma paragem em Valada para apreciar a zona ribeirinha, constatando as potencialidades turísticas desta área banhada pelo rio Tejo, antes de seguir em direção à Ponte Rainha D. Amélia, cuja travessia não é permitida a veículos pesados. 

 

Foi também em Porto de Muge que os deputados puderam sentir de viva voz as dificuldades enfrentadas pelos agricultores, na pessoa de Rui Vieira. O agricultor afirmou que quem se dedica à agricultura naqueles terrenos da Lezíria “tem muitos constrangimentos”, porque à exceção do acesso por Azambuja, todos os outros percursos estão condicionados.

 

“Os melhoramentos nestas pontes são urgentes, porque têm vindo a cometer-se ilegalidades e a segurança tem sido colocada em causa”, reforçou o agricultor, que se dedica essencialmente à vinha e cultura do tomate.

 

Em Santana, Pedro Magalhães Ribeiro informou que o Viaduto de Santana é, por enquanto, um “projeto parado”, isto porque a REFER tem verbas inscritas para fazer o investimento, mas a empresa Estradas de Portugal não. O autarca já reuniu com a REFER e está a aguardar uma reunião com as Estradas de Portugal.

 

Esta nova infraestrutura tem um custo na ordem dos 5,1 milhões de euros e torna-se fundamental, não só para assegurar e potenciar a atividade económica, como igualmente para minimizar os condicionamentos dos acessos em caso de cheias.

 

Comandante dos Bombeiros apela aos deputados do PS para que sejam porta voz da “discriminação feita entre corporações municipais e voluntárias”

O Comandante dos Bombeiros Municipais do Cartaxo aproveitou a visita dos deputados do PS ao concelho do Cartaxo para expor uma das suas principais preocupações: os constrangimentos e dificuldades que resultam da “discriminação feita pelo Governo entre corporações municipais e corporações voluntárias”.

 

David Lobato afirmou que “a missão, profissionalismo, sentido de responsabilidade e trabalho dos corpos de bombeiros municipais é igual ao das associações voluntárias” e que o facto dos bombeiros municipais não serem financiadas pela Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) faz com que estes corpos de bombeiros sejam “um grande peso para as câmaras municipais, com todas as implicações que traz a Lei dos Compromissos em termos dos recursos humanos”.

 

 

REUNIÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DA JUVENTUDE

Conselheiros começaram nesta primeira reunião a definir o Plano de Atividades 2014-2017

 

O Conselho Municipal da Juventude do concelho do Cartaxo reuniu no passado dia 7 de março, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara presidiu ao Conselho, fazendo-se acompanhar do seu chefe de gabinete, Vasco Casimiro e de Estela Silva, técnica responsável da área de Educação e Juventude, na Câmara.

 

Nesta primeira reunião do Conselho Municipal da Juventude, foi feita a apresentação do Regulamento e dos membros que compõem este órgão.

 

Um dos principais assuntos da ordem de trabalhos foi a discussão e preparação do Plano de Atividades 2014-2017.

 

Esta primeira reunião contou ainda com a participação de Pedro Reis, diretor adjunto da Agência Nacional para a Gestão do Programa Erasmus + Juventude em Ação, que apresentou as características e vantagens do Programa Erasmus +.

 

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara, congratulou-se com a realização desta primeira reunião do Conselho, assegurando que “reunir o Conselho Municipal da Juventude não é uma mera formalidade, é um ato essencial à gestão e à definição da estratégia municipal”, acrescentando que “a nossa comunidade enfrenta hoje uma grande contradição, por um lado, são os mais jovens quem mais sente incerteza e insegurança quanto ao seu futuro, por outro lado são eles quem, de facto, pode assegurar o futuro da nossa comunidade. Esta contradição obriga-nos a ouvi-los a todo o momento, a encontrar nos seus contributos, o entusiamo e a clarividência necessários às decisões políticas que se impõem, se queremos garantir qualidade de vida e desenvolvimento para o nosso concelho”.

 

 

 

Composição do CMJ 2013/2017

(à data da reunião – algumas entidades ainda não designaram representante)

 

 

Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo

Pedro Magalhães Ribeiro

 

Membros da Assembleia Municipal

PS: Marco Lavrador

PV-MPC: Fernando Domingos

PSD: Teresa Nogueira

CDU: Emília Soares

 

Membros indicados pelas juntas de freguesia

Cartaxo e Vale da Pinta: Joana Barros

Ereira e Lapa: Sophie Gomes / Patrícia Nunes

Pontével: João Xavier

Valada: Margarida Abade

Vale da Pedra: Telma Vinhas

Vila Chã de Ourique: José Miranda

 

Organizações e associações

Juventude Socialista: Telmo Nunes

Juventude Social Democrata: José Dias

Juventude Comunista Portuguesa: José Barreto

Juventude do Bloco de Esquerda: João Silva

 

GAJIC Associação de Intervenção Social e Cultural: Filipa Nobre

Associação dos Escoteiros de Portugal - AEP – Grupo 72: Vanessa Martins

Corpo Nacional de Escutas – CNE – Agrupamento 1120: Augusto Pereira

Teatro Amador Juvenil Ereirense: Mariana Mota

Associação de Estudantes da Escola Secundária do Cartaxo: João Anacleto

Grupo informal de jovens “C.PART”: A indicar

 

Intercâmbio Europeu Jovem: Ana Morgado

FAJUDIS – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Santarém: Jorge Claro

Erasmus + Juventude em Ação: Pedro Reis

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 10:27
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12


22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

O COMÉRCIO LOCAL DÁ AS BO...

TEMAS DE SAÚDE:

Intimidade

Município de Santarém co-...

Câmara Municipal de Salva...

REMODELAÇÃO DA SINALIZAÇÃ...

Análise de investimento r...

Santarém – Prisão prevent...

ENSINO SUPERIOR NO DISTRI...

Entroncamento comemora o ...

CARTAXO REFORÇA APOIO À V...

Conversas com Café… Comun...

Branca de Neve e os Sete ...

Dia Mundial da Alimentaçã...

Concursos Nacionais no CN...

A renovada Sinagoga de To...

Temporada da Música 2019

NERSANT está em Macau a p...

Centro Cultural Azambujen...

Tomar recebe Seminário Na...

Grupo Tradicional "Os Cas...

Município de Azambuja com...

Anselmo Borges em Tomar d...

Arranque do ano letivo 20...

CONSTRANGISMENTOS E EVENT...

Lançamento do Guia Percur...

Município do Cartaxo cele...

Município do Cartaxo cele...

Discoteca Lipp’s reabre p...

FESTA DAS VINDIMAS EM VIL...

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds