NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Segunda-feira, 31 de Março de 2014
CARTAXO: RUI SILVA ESTEVE À CONVERSA NO CARTAXO

O atleta foi o convidado da tertúlia José Raposo Convida, que se realizou no passado dia 30 de março

 

 

Rui Silva esteve no passado dia 30 de março no Centro Cultural do Cartaxo (CCC), a convite de José Raposo, para a habitual tertúlia que acontece no último domingo de cada mês.

 

O atleta do Sporting, que iniciou a sua carreira desportiva no Estrela Futebol Clube Ouriquense, de Vila Chã de Ourique, começou desde cedo a ocupar o pódio – logo aos 16 anos foi campeão nacional de juvenis, em corta-mato.

 

A partir daí, somou muitas outras vitórias em competições nacionais e internacionais. Especializou-se nos 800 e 1500 metros, tendo-se sagrado por cinco vezes campeão nacional nestas distâncias, batendo sucessivos recordes nacionais.

 

A nível internacional, ganhou cinco Medalhas de Ouro a correr os 1500 metros – foi campeão da Europa de Pista Coberta três vezes (1998, 2002 e 2009), campeão do mundo em 2001 e ainda campeão da Europa de Sub-23 (1999).

 

Rui Silva destacou as suas melhores marcas e episódios que marcaram algumas das provas em que participou, falou do seu histórico de lesões, do “controlo mais restrito” do dopping que é feito atualmente, das “capacidades naturais” dos atletas da Etiópia e Quénia, que estão adaptados à altitude, do panorama do atletismo nacional e da visibilidade que os órgãos de comunicação social dão à modalidade.

 

Rui Silva revelou que “tenho a consciência que estive muitos anos na mesma distância dos 1500 metros, devia ter subido, porque o percurso normal é evoluir. O meu grande calvário é a maratona. Fiz uma no ano passado e voltei a lesionar-me, porque em termos cardiovasculares está tudo bem, mas a minha estrutura física cede sempre que há um aumento de quilómetros”, frisou, acrescentando que “o meu currículo é também muito vasto ao nível das lesões”.

 

Rui Silva gosta mais de correr na estrada, “porque há um contacto mais próximo com o público” e deu o exemplo de Espanha, onde, dada a ausência de público nas pistas, a maioria das provas são promovidas na estrada.

 

“Entre a pista coberta e a de ar livre, prefiro correr em pista coberta, porque adaptei-me bem e os meus melhores resultados são aí. Mas é muito triste correr em pista ao ar livre, porque em Portugal não há diferença entre fazer aí um treino e uma competição. Não há público no atletismo de pista em Portugal”, lamentou, reforçando que “dá-me muito prazer que as pessoas estejam do outro lado, mas o que acontece é que são os familiares, dirigentes e outros atletas que fazem a moldura do público para os atletas em competição. Em muitos países da Europa, e nos nórdicos sobretudo, as provas têm uma assistência enorme, com preços de bilhetes altíssimos”.

 

Rui Silva considera que o afastamento do público das provas tem-se agravado ao longo dos anos, e deu o exemplo do primeiro corta-mato que fez, em 1993 – “numa altura em que o atletismo passava em direto na RTP” – que tinha “um mar de gente a assistir. A partir daí, começou o declínio”.

 

O atleta lamentou também o facto dos órgãos de comunicação social não darem atualmente “a visibilidade merecida” ao atletismo. “Não tenho nada contra o futebol, mas há um excesso de notícias e programas só à volta do futebol. Depois, de um momento para o outro, quando há os Jogos Olímpicos, só interessam as medalhas, ninguém quer saber se o atleta bateu o record pessoal, que trajeto fez na preparação, se teve as condições necessárias para treinar”, referiu, afirmando que “os Jogos Olímpicos de hoje fogem ao espírito olímpico pela questão comercial. Se não fosse comercial, passavam completamente despercebidos”.

 

Rui Silva acrescentou ainda que “as pessoas, e os jovens sobretudo, não têm conhecimento da modalidade e dos atletas. Eu sinto isso diariamente. Ainda há pouco tempo estive no desporto escolar, entrei na escola e os miúdos não me conheceram. Isto acontece porque não há promoção da modalidade”, reforçou Rui Silva

 

 

 

CARTAXO COMEMOROU DIA MUNDIAL DO TEATRO

Centro Cultural recebeu um conjunto de propostas que envolveu as escolas e a comunidade

 

 

O Cartaxo comemorou o Dia Mundial do Teatro com um conjunto de propostas apresentadas no Centro Cultural (CCC), nos dias 27 e 29 de março, dirigido à comunidade escolar e ao público em geral.

 

O programa apresentado no dia 27 – Dia Mundial do Teatro – foi promovido pela Área de Serviço e Centro Cultural, e envolveu a apresentação da peça “Trisavó de Pistola à Cinta”, produzida no âmbito do projeto de teatro comunitário do concelho do Cartaxo, dirigida a alunos das escolas do concelho.

 

Ao longo da tarde foram também exibidos documentários e espetáculos gravados, numa extensão do FICAP – Festival Internacional de Cinema de Artes Performativas. À noite, o CCC recebeu “Memórias de Palco”, com as várias vozes do elenco da Área de Serviço a recordarem as memórias de alguns dos maiores atores portugueses, como Beatriz Costa, António Silva, Augusto Rosa, Palmira Bastos, Carlos Santos, Varela Silva ou Raul Solnado.

 

As comemorações do Dia Mundial do Teatro estenderam-se até sábado, dia 29, com o CCC a receber a peça “Barafunda”, de João de Brito.

 

Estreada no final do ano passado, a peça tem por base o texto “O Doido e a Morte”, de Raul Brandão, adaptado pelo encenador João de Brito, que justifica a escolha pelo facto de “algumas palavras são quase centenárias, mas as ‘linhas de força’ do texto são de uma atualidade desconcertante”. 

 

Além de questionar a importância da existência humana e retratar “uma ideologia anarca e utópica em busca de um objetivo”, o conteúdo da peça aborda ainda os temas da emancipação da mulher, crítica à influência do capitalismo no quotidiano, bem como a importância da arte.

 

Filipe Silva encontrou no programa apresentado pelo CCC para estas comemorações “uma excelente oportunidade de ver o trabalho de quem se dedica de corpo e alma a esta arte”. No seu entender, “o Dia Mundial do Teatro é muito importante porque, mais do que reconhecer o trabalho desenvolvido pelos atores, é essencialmente uma homenagem que se faz à mensagem que está inerente ao espetáculo teatral, à sua importância enquanto veículo de comunicação, de entretenimento e de expressão”.

 

Célia Marques, que também participou na programação das comemorações do Dia Mundial do Teatro no CCC, considerou que o “teatro é uma das manifestações culturais mais importantes da nossa sociedade” e destacou sobretudo a atividade desenvolvida pelos grupos amadores, acrescentando que “nunca esqueci uma frase que um dia um ator amador pronunciou, que dizia que os atores amadores são amadores justamente porque amam o teatro. Eu fico muito contente por ver que no Cartaxo existe agora um projeto de teatro comunitário que envolve pessoas que gostam muito do teatro, têm um grande prazer de estar em cima do palco e sua grande recompensa são os aplausos e o carinho do público. Eu tenho tido oportunidade de assistir a quase todas as suas produções e, perante o sucesso que têm tido, atrever-me-ia a dizer que cada espetáculo deste grupo é uma homenagem que fazem a esta arte”.



publicado por Noticias do Ribatejo às 18:00
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Município de Santarém apo...

Férias de Natal AAAF – pa...

Livro de Luís Batista “Ca...

Sociedade Ponto Verde e D...

II Festival de Órgão de S...

NERSANT apresenta tendênc...

74º Aniversário do Concel...

Azambuja é o município co...

Mercados de Natal em Deze...

Câmara Municipal de Salva...

É pró menino e prá menina...

CÂMARA MUNICIPAL COM VAGA...

Município de Azambuja ina...

Município do Entroncament...

Premiados Concursos Nacio...

Município do Entroncament...

Continuam os convívios de...

Ribatejo apresenta-se com...

Junta de Freguesia de Alc...

Comemoração do Dia Mundia...

Liga de Amigos da Secção ...

Câmara de Azambuja aprovo...

Município de Azambuja com...

Avisan’19 recebe Exposiçõ...

Município da Chamusca pro...

MUNICÍPIO DO CARTAXO CELE...

Câmara Municipal de Salva...

“Dia do Refeitório Aberto...

“É pró menino e prá menin...

CA Juniores dá asas à ima...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds