NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 11 de Agosto de 2019
"Diário de um dia de verão"

CATARINA BETES.png

Por: Catarina Betes

 

"Diário de um dia de verão"
 
 
Quando estamos de férias, tudo nos parece um mundo à parte. 
Um dia passado na praia, para quem já de si, pouco vive no mundo real...é um desafio à imaginação, se assim lhe quisermos chamar.
Comecei o dia com a surpresa de um sol abrasador, coisa rara por aqui. 
E então, seguindo o concelho de uma amiga querida, que garante o poder "purificante" da água do mar, lá me decidi a entrar no mesmo, cuja ondulação "exclusiva e rara", neste dia, me seduziu e enfeitiçou.
Entrar num mar com ondas fortes, faz-me sempre recuar no tempo e regressar aos verões da minha infância, passados na Nazaré.
Os meus pais alugavam sempre uma pequena casa no Bairro dos Pescadores, que sinceramente nem sei se ainda existe. E nós lá íamos, a trouxa no tejadilho do valkswagen azul, com a emoção de quem sabia que a aventura ia começar.
Nunca alugávamos casa com antecedência. Bastava chegar e o ritual dava-se.
Acredito que são estas memórias que dão sentido a quem hoje somos.
Descer aquela avenida e ver surgir o mar, era o máximo de contentamento que eu e o meu irmão podíamos alcançar, à solta naquele banco de trás.
Depois vinha a rotina dos dias passados na praia: levantar cedo, porque como a minha mãe dizia: "Se fosse para passarem a manhã a dormir, tinham ficado em casa!"
E lá íamos. Eu e o meu irmão, cada um enrolado na sua toalha, porque àquela hora fazia um frio de rachar, embirrando um com o outro, numa provocação constante, pois o contrário, sim, seria de estranhar.
Chegados à praia, e enquanto a hora de ir para a água não chegava, atávamos as toalhas ao pescoço e corríamos pela praia, eu a sentir-me a Super Mulher e ele um Super Herói qualquer. Outras vezes ele oferecia-se para me puxar, enquanto eu me sentava na toalha, afincadamente agarrada aos lados desta. Tudo corria bem nos primeiros segundos até que ele (inesperadamente, claro), fazia a toalha virar-se e eu mergulhava de cara na areia. Acho que ele fazia isso propositadamente para acelerar o nosso processo de digestão... Ao ver o meu estado, a minha mãe decidia  que já podíamos ir para o mar.
Hoje, chego normalmente à praia sozinha, já a meio da manhã, porque infelizmente não herdei dos meus progenitores o espírito de sacrifício matinal (seria?), estendo a toalha e por vezes recordo.
Leio alguns capítulos de um livro, fecho-o, escrevo uns rabiscos e entretenho-me a observar.
Hoje deparei-me com dois miúdos, com uma bola, um franzino e outro mais anafadinho. Olhavam para um outro que estava mais à frente.
Comecei a ouvi-los conversar:
- vamos convidá-lo para jogar?
O outro, além de peso pesado, trazia uns calções que lhe deixavam metade do rabo à mostra e à frente o cenário não era melhor.
Continuei a prestar atenção à conversa dos outros dois, que estavam a pouco mais de três metros de distância de mim.
- Achas? Não deve querer...
- Sempre éramos mais.
Como a profissão de professora parece ter-me entrado pelos ossos adentro, mesmo nas interrupções letivas, não resisti, e, para variar, meti-me na conversa.
- Perguntem-lhe. Se ele não quiser logo vos dirá, certo?
Olharam os dois para mim e depois um para o outro, não parecendo estranhar a minha intromissão. Acenaram um para o outro em jeito de concordância e avançaram na direção do outro.
Ainda os ouvi, mostrando a bola e perguntando ao rapaz:
- Queres jogar?
E ele, com ar indiferente, abanou a cabeça negativamente.
Enfim, os rapazes tentaram! Incentivados por mim, é verdade. Mas se não formos corajosos nas pequenas coisas da vida, como aprenderemos a ser nas grandes?
 

PE_20190809_202421.png

Quando me decidi a dar a manhã de praia por terminada, peguei na minha cesta e passei junto ao miúdo que não quis jogar. Lá estava ele, todo besuntado de branco, agachado, com metade do rabo de fora dos calções, a fazer um buraco com uma pá e um balde. Opções.Mais à frente, vi os outros dois. Com os chinelos fizeram duas balizas e rematavam, à vez. Sorri. Quem disse que dois não chegavam?Continuei o caminho para casa pela beira mar, como sempre faço e deparei-me com uma mãe e uma filha adolescente, a atirar uns pinguins de plástico ao mar. Perguntei-me para que serviria aquilo. E percebi. Aparentemente para nada.Colocavam-nos na zona de rebentamento das ondas e ficavam a vê-los regressar, na posição vertical, ao areal. E isso era o suficiente para as divertir.Fez-me pensar em como mudam os tempos e como tudo o que tem graça, hoje em dia, tem de se comprar.Lembrei-me quando enrolava na perna a minha toalha de praia e fazia uma coroa de rainha (quando a Super Mulher descansava) e do ar emproado com que me passeava pela praia, olhando com desdém os meus súbditos.E ri-me. Num ultimo olhar na direção do mar, ainda vi alguns aventureiros que se passeavam nuns veículos de cores e formas diversas, cada um com um escorrega para o mar. Fotografei-os e enviei as fotos a duas amigas:- Como é? Em qual vamos escorregar?Ainda acrescentei:- Eu voto no flamingo cor de rosa!Ah pois é! A rainha da minha infância jamais escorregaria com aparato menor!É isto! Os tempos mudam. Nós também.Mas enquanto existir um pouco da criança que fomos, sol e ondas no mar, ninguém nos impede de sermos os protagonistas da nossa história.E isso pode acontecer a qualquer hora, em qualquer lugar. 

Por que não a escorregar?



publicado por Noticias do Ribatejo às 07:55
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

"O medo tem alguma utilid...

Município de Azambuja ass...

Ano letivo 2019-2020 arra...

Tomar – Prisão preventiva...

Arroz é rei em novo event...

PSD visita operação de li...

Fórum Cultural em Arruda ...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Santarém retoma liderança...

União de Tertúlias de Aza...

Mercado de Outono e ofici...

ATIVIDADES PRIMEIRO FIM D...

ELA É UMA MÚSICA OCUPA VA...

Espaço Cidadão em Aveiras...

Politécnico de Santarém a...

Centro Cultural recebe se...

X Maratona BTT NO TRILHO...

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A...

CÂMARA ENTREGOU FICHAS ES...

"Love Conquers All", no J...

Rock na Aldeia 2019

Município de Azambuja ass...

Parabéns Cátia Mateus!......

O Movimento Juntos pelo R...

Joana Bagulho toca Carlos...

NERSANT Business soma já ...

TEMAS DE SAÚDE: Sequelas ...

Não nascemos para sermos ...

‘Os homens e as mulheres ...

Sessões de Yoga para cria...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds