NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 13 de Setembro de 2015
III CRUZEIRO RELIGIOSO e CULTURAL DO TEJO

6ª Etapa - 13 Junho - desde Alhandra até à Moita

LURDES01.jpg

 Por: Lurdes Véstia

 

A partida de Alhandra, rumo à Póvoa de Santa Iria, aconteceu com o habitual rebuliço e alguma tristeza pelo adeus a Nossa Senhora dos Avieiros e do Tejo.

As águas do Tejo hoje estão muito “desinquietas”, há muitas ondas que conquanto sejam curtas se tornam desconfortáveis. Toda esta agitação deve-se sobretudo ao elevado número de embarcações que integram a peregrinação, emprestando ao rio um colorido de rara beleza.

Há que não esquecer de referir aqui um episódio que aconteceu com o mestre Júlio Lobo. O mestre Lobo, porque sentiu ser de menor força o motor da bateira que conduzia em relação às embarcações que por ali navegavam, decidiu zarpar mais cedo, mas a hélice foi perdendo força e a bateira começou a ser arrastada pela corrente para o canal principal onde ficou á deriva sem combustível. Foi um momento de aflição para os camaradas da peregrinação quando o perderam de vista mas ele foi prontamente socorrido pelos bombeiros que conjuntamente com os fuzileiros fizeram as buscas. Não podemos deixar de referir que este episódio não fragiliza em nada a peregrinação pois há que ter em conta que, neste momento, já temos deixados para trás uma extensão de rio de mais de 200 quilómetros e as embarcações e os motores são todos de provecta idade.

A chegada à Póvoa de Santa Iria faz-se ao som de cânticos religiosos. A imagem é desembarcada e vai pelo passadiço de acesso ao cais, que se encontra todo enfeitado com folhas de palmeira, em procissão com o pároco na frente e é junto às instalações de apoio aos pescadores que se celebra uma missa campal.

Aqui faz-se a paragem para o almoço que nos é servido na sede da ACAPSI- Associação Cultural dos Avieiros da Póvoa de Santa Iria (https://www.facebook.com/avieiros.acapsi?fref=ts)

Depois é tempo para um descanso em agradável conversa até que se faça de novo hora de por os motores em marcha.

Esta zona do grande estuário, a jusante da Póvoa, é um labirinto de canais e baixios, e portanto a navegação noturna apenas é aconselhável a quem conheça bem. Alguns dos peregrinos não quiseram ariscar e foram de carro para o cais da Moita esperar as embarcações.

Sem Título.png

Esta parte da etapa foi talvez, até aqui, a mais complicada. Muitas embarcações da Póvoa se fizeram à água, cheias de gente incluindo muitas crianças. A chegada á Moita foi condicionada pela maré e já eram bem entradas as dez da noite quando atracaram. Mas no cais, apesar do avançado da hora, havia quem esperasse para, em procissão, acompanhar a imagem de Nossa Senhora dos Avieiros e do Tejo até à Igreja Paroquial onde pernoitou.

Foi na Moita que jantámos em alegre convívio e entre alguma algazarra faziam-se os comentários à travessia acabada de fazer

Mas era tarde e o trajeto de volta para a Póvoa tinha de se fazer… era tarde, fazia frio, o vento agitava as águas e as ondas eram grandes...Nossa Senhora dos Avieiros e do Tejo os proteja….



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Novembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Comitiva Internacional re...

Mais de cem pessoas assis...

TAGUS e Municípios de Con...

NERSANT apresenta Viver o...

JÁ ESTÁ AO SERVIÇO DA POP...

Inovação e novos negócios...

Tem horta ou jardim? Faça...

Azambuja promove Férias A...

Ourém sensibiliza para a ...

“CONTABILIDADE DE GESTÃO...

Aproveite o que Santarém ...

Temporada da Música

REUNIÃO DESCENTRALIZADA D...

Centro de Estudos em Foto...

73º Aniversário do Concel...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Embaixador da Moldávia re...

REQUALIFICAÇÃO DA URGÊNCI...

Rede de Municípios para a...

Chamusca a impulsionar re...

Avisan’18 recebe Exposiçõ...

OPINIÃO: Política para a ...

Convento de Cristo recebe...

Concerto da Orquestra da ...

Município de Azambuja vai...

CAMPANHA DE RECOLHA DE BR...

CORTE NO ABASTECIMENTO DE...

CONCERTO PARA OUVIR DE OL...

MUSEU RURAL E DO VINHO CE...

Município do Entroncament...

arquivos

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds