NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2018
Poluição em Arrouquelas, freguesia de Arrouquelas, concelho de Rio Maior

14035380140_62452d5472

 

O Movimento Cívico "AR PURO" constituído em 2010, por cidadãs e cidadãos do concelho de Rio Maior, devido à necessidade originada por a população deste concelho estar identificada como uma das que mais sofre com a poluição adveniente de explorações agro-pecuárias e de indústrias agro-alimentares, que têm motivado queixas frequentes das populações que as responsabilizam pela poluição das linhas de água superficiais e subterrâneas, pelos cheiros nauseabundos – gases de efeito de estufa, que contribuem para o aquecimento global e as alterações climáticas – e que lhes torna a vida insuportável.

 

Perante este quadro, surge, no princípio da década de 90 do século XX, e procurando integrar e compatibilizar as componentes energética, ambiental e sócio-económica, a então ADSAICA (Associação para o Desenvolvimento das Serras de Aire e Candeeiros), implementou o primeiro sistema colectivo de tratamento de efluentes suinícolas, e construiu, em Alcobertas, a Estação Colectiva de Tratamento de Efluentes Suinícolas, considerada pioneira quando entrou em funcionamento, em 1993, tendo operado em condições de sub-aproveitamento, por falta de efluentes suinícolas, e não só, já que está capacitada para receber e tratar efluentes dos lagares de azeite assim como de outras industrias agro-alimentares. 

Esteve abandonada durante bastante tempo, estando praticamente inactiva à mais de uma década, com os riscos ambientais inerentes numa infra-estrutura localizada em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

 

Neste contexto, o assunto que, desta vez, nos leva a contactar-vos, diz respeito ao funcionamento das seguintes explorações:

 

> Bovipor – Agro-Pecuária, Lda, localizada na Rua Principal, n.º 2, Arrouquelas;

> Luís Relveiro Vivo – Lagar de Azeite, localizado na Rua Principal, n.º 2, Arrouquelas;

> Zé Parente – Lagar de Azeite, localizado na Rua da Igreja, n.º 30, Arrouquelas;

> Maria Manuela Marcelino Pereira Delgado – Suinicultura, localizada na Rua da Igreja, n.º 29, Arrouquelas.

 

Desde a nossa constituição, que temos vindo a acompanhar esta situação, e apesar dos nossos concidadãos e concidadãs, habitantes desta povoação, directa e indirectamente afectados pela poluição provocada por aquelas explorações, terem apresentado o seu desagrado ao executivo da Junta de Freguesia, entre outras entidades oficiais, por exemplo, a Delegação de Saúde de Santarém, o problema subsiste, tendo-se mesmo agravado.

 

Em causa estão os cheiros nauseabundos, proliferação de insectos e ruídos altamente perturbadores de todos quantos residem nas suas imediações, sendo os mesmos indiciadores de provável incumprimento da legislação em vigor para estes sectores de actividade.

 

Tais como:

A Agro-Pecuária Bovipor, não por necessidade imperiosa (por exemplo, falta de espaço), colocou o gado bovino a pastar num terreno contíguo às habitações vizinhas, com tudo o que isso acarreta, dando azo: à proliferação de insectos, deposição das respectivas bostas e cheiro inerente, junto às habitações; danificação das sebes e do existente nos quintais das casas.

As lagoas a céu aberto dos efluentes dos Lagares de Azeite, em particular, o designado “Zé Parente”, como não procedem ao seu esvaziamento, vão-se acumulando ano após ano, entrando assim em putrefacção, libertando para a atmosfera gases poluentes pestilentos , que invadem as habitações, afectando a vida quotidiana, a saúde e a dignidade dos seus moradores;

 

Assim como a suinicultura acima identificada, localizada em plena povoação, provoca fortes ruídos assim como emite gases poluentes - Metano, Amoníaco e o Ácido sulfídrico - para a atmosfera com forte odor de características desagradáveis, que tornam a vida insuportável, privando o arejamento das casas, enxugar a roupa, almoçar ou permanecer ao “ar livre”.

 

 

Face ao exposto, consideramos que:

Estando as acima referidas explorações situadas na proximidade das habitações, deverão os seus responsáveis ter particular precaução na operação das suas actividades.

 

Por outro lado, face à inoperância existente, vimos solicitar a vossa intervenção no sentido de ser assegurada uma frequente e especialmente cuidadosa fiscalização por parte das entidades competentes, que assegure a verificação e cumprimento de todas as normas aplicáveis e legislação em vigor, de modo a minimizar o incómodo causado, por aquelas explorações, e sentido, e vivido pelos cidadãos e cidadãs que habitam nas imediações das mesmas.

Por último, alvitramos a necessidade de recuperar, reabilitar e colocar a ETES de Alcobertas em funcionamento pleno, como estava prevista no Plano de Gestão da Região Hidrográfica do Tejo, de forma a encaminhar os efluentes produzidos, tanto pelas suinicultoras como pelos lagares de azeite e outras industrias agro-alimentares, a operar no concelho e nos concelhos constituintes da ADSAICA. 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 12:43
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

NATAL

TEMAS DE SAÚDE: Sustentab...

Mãe Com Açúcar 

Aprovada candidatura que ...

Aproveite o que Santarém ...

Mercado de Natal na Chamu...

Plano Estratégico de Valo...

MERCADINHO DE NATAL NO CA...

Circule no Comboio de Nat...

DESFILE DA PAZ ASSINALA É...

Mercados de financiamento...

Ampliação do Centro de In...

Centro Cultural recebe es...

 Distrital do PSD de Sant...

Assembleia Municipal de A...

Coruche – Detidos em flag...

Bombeiros Municipais de S...

Santarém disponibiliza Pi...

Mais de 4000 passageiros ...

Município de Coruche ap...

Coruche promove programa ...

Município da Chamusca dis...

Município de Tomar preten...

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVA...

Mercado de Natal dinamiza...

Exposição de Presépios em...

CINCO SENTIDOS PARA AS FÉ...

Município de Azambuja ref...

Tomada de Posse da Distri...

CRIANÇAS FAZEM DO CARTAXO...

arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds