NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 13 de Abril de 2014
TEMAS DE SAÚDE: Lesões no desporto- Articulação do tornozelo

As lesões desportivas representam  um evento com  forte impacto negativo na vida do atleta de elite.

 

 

Por: Antonieta Dias (*)

 

As lesões do tornozelo, são  muito frequentes (mais de 90%), designadamente as desencadeadas pelos movimentos de inversão.

Importa, contudo referir  que se estas lesões surgem com os  movimentos de eversão  dão lugar a entorses quase sempre mais graves.

 

As entorses do tornozelo classificam-se de acordo com o seu grau de gravidade:

Entorses de Grau I (minor) quando os ligamentos estiram causando micro roturas ligamentares. Há uma pequena laxidez nos tecidos envolvidos.

Grau II (parcial) completa rotura de algumas fibras. Presença de dor moderada, laxidez, instabilidade e  limitação motora.

Grau III (total) completa rotura do ligamento. Edema da área envolvida, não causando necessariamente dor imediatamente após a lesão. Por vezes nestes casos pode ser necessário o tratamento cirúrgico.

A história clinica colhida de forma exaustiva e detalhada, orienta-nos o diagnóstico e permite uma resolução precoce.

A título de exemplo podemos afirmar que uma lesão com edema e/ou hematoma extenso que se instala num curto espaço de tempo ( primeiros minutos), traduz na maior parte das vezes uma lesão grave com muito provável rotura de tecidos.

Sempre que se  observa um quadro clinico destes é mandatório  a realização de um exame fisíco rigoroso e detalhado recomendando-se a  realização de exames complementares de diagnóstico, onde se inclui uma radiografia do tornozelo e eventualmente uma ressonância magnética nuclear para melhor caracterização  da lesão.

Na avaliação deste tipo de  lesões não pode ser esquecida a avaliação neurológica, sendo necessário estar atento às alterações da sensibilidade ou à presença de alterações motoras.

Se estas lesões não são tratadas atempadamente e com plano de reabilitação bem elaborado, podem deixar sequelas graves no futuro de difícil controlo gerando uma incapacidade funcional  com repercussões sérias  nos atos de vida diária do atleta.

Sempre que um desportista sofre uma rotura ligamentar interna do tornozelo (ligamento perónio-astragalino anterior, calcâneo-peroneal e ligamento calcâneo astragalino,  surgem como primeiros sinais o edema, a dor à palpação, o rubor, o calor, o derrame e posteriormente o hematoma.

Na fase aguda da entorse (48 a 72 horas) deve ser aplicado gelo associado à compressão, dado que a aplicação de gelo de forma isolada diminui o sucesso dos resultados.

O tratamento  destas lesões é na maior parte dos casos conservador, podendo passar por uma simples imobilização com ligadura funcional ou pela fixação com tala de gesso, associada ou não a uso de anti-inflamatórios.

Após a imobilização cerca de 6 a 8 horas, já começam a verificar-se os processos de degradação proteica  dos músculos, sendo então necessário trabalhar as articulações suprajacentes (joelho e anca), para posterior programação de um programa de reabilitação precoce e adequado ao caso em apreço.

Este processo, de recuperação deve ser iniciado o mais precocemente possível a fim de estabelecer uma rápida recuperação, minimizando os tempos de inatividade desportiva..

Resta ainda referir que a 1.ª fase do tratamento (primeiras 48 horas) passa pela imobilização, aplicação de gelo, compressão e elevação do membro afectado.

2.ª fase:  exige a aplicação de exercícios de mobilidade, kinesioterapia, terapia de ultra-som, terapia hiperbárica e cryotapping.

3.ª fase. Passa pela implementação de exercícios de endurance-trabalho específico como modo de transferência  para a modalidade desportiva.

O tratamento cirúrgico fica reservado para os casos em que exista uma instabilidade cujo tratamento conservador não consegue corrigir, ou nos casos em que coexistam fraturas associadas.

Em suma, no tratamento das entorses do tornozelo é mandatório usar todas as armas possíveis para o tratamento, sendo fundamental instituir um programa individual de reabilitação que possibilite uma recuperação funcional  o mais célere possível.

 

  (*) Doutorada em medicina



publicado por Noticias do Ribatejo às 11:36
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12


20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Município de Santarém co-...

Câmara Municipal de Salva...

REMODELAÇÃO DA SINALIZAÇÃ...

Análise de investimento r...

Santarém – Prisão prevent...

ENSINO SUPERIOR NO DISTRI...

Entroncamento comemora o ...

CARTAXO REFORÇA APOIO À V...

Conversas com Café… Comun...

Branca de Neve e os Sete ...

Dia Mundial da Alimentaçã...

Concursos Nacionais no CN...

A renovada Sinagoga de To...

Temporada da Música 2019

NERSANT está em Macau a p...

Centro Cultural Azambujen...

Tomar recebe Seminário Na...

Grupo Tradicional "Os Cas...

Município de Azambuja com...

Anselmo Borges em Tomar d...

Arranque do ano letivo 20...

CONSTRANGISMENTOS E EVENT...

Lançamento do Guia Percur...

Município do Cartaxo cele...

Município do Cartaxo cele...

Discoteca Lipp’s reabre p...

FESTA DAS VINDIMAS EM VIL...

Exposição e concerto evoc...

Mudança

Quarta edição do CTX META...

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds