NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Domingo, 9 de Setembro de 2018
Tio João

CATARINABETES

Por: Catarina Betes

 

Tio João

 

 

Hoje vi o meu tio João.

O irmão mais novo do meu pai.

 O irmão por quem ele esperava, nos últimos dias de vida, como quem anseia a luz na escuridão, num contentamento quase infantil, aos oitenta anos de idade.

A alegria de quem sente e sabe, que o seu mundo começa e termina no outro, numa perpétua cumplicidade.

O meu pai cresceu num tempo em que os filhos eram criados sem tempo para mimo ou afago. Foi o terceiro filho de uma família que vivia do pouco que a vida na Lezíria tinha para oferecer. Cresceu numa época e lugar em que, aos oito anos, ele as crianças já guardavam gado, para ajudarem as famílias a sobreviver.

Recordo pequenos trechos de histórias que ouvia a minha avó paterna contar. Dizia que, a meio da manhã, ia ao campo levar o farnel ao meu pai e que ele se escondia. Ela chamava-o e nada. Exausta, e com um dia de trabalho pela frente, lá seguia para a aldeia, de coração apertado, deixando a comida debaixo de uma árvore, na certeza de que quando se afastasse, o filho aparecesse. E assim era.

Um dia, perguntei ao meu pai, por que motivo ele se escondia.

Ele respondeu, olhando o vazio, como tantas vezes fazia, quando a memória lhe repuxava os laços do passado:

- Porque tinha medo. Porque não queria estar ali. Porque estava zangado.

Ao ouvi-lo, eu pensava para mim, que ele se devia ter sentido sozinho e triste. Mas tristeza é uma palavra que não existia na altura. A não ser no fado.

Pergunto-me hoje, que conflito de sentimentos era esse, que cabia no peito de um menino de oito anos, que preferia amuar, escondido nos ramos de uma árvore, a descer e a mãe beijar.

Perguntei-lhe de que tinha ele medo.

Respondeu-me que do escuro. Do campo vazio.

E reconheci o sentimento. Mágoa.

Uma mágoa que o inundava num todo, que o impedia de abraçar a mãe, mas que nunca o impediu de amar desmedidamente o irmão mais novo.

Todas as histórias que o meu pai contava, traziam o irmão pela mão.

E era por ele que esperava, naquele quarto vazio, a cada dia de solidão.

O meu pai foi um homem pouco dado a emoções, mas quando revivia a infância, vislumbrava nele uma melancolia, uma saudade, como se ao descerrar o caminho do passado, as memórias pesarosas carecessem de importância, tal como a idade.

Sem Título

Voltava a ser um rapaz.

Eram as recordações felizes que o faziam falar. As brincadeiras com o irmão, os jogos de futebol com bolas de trapos, as corridas com arcos, que no adro da igreja tinham lugar.

Uma infância pobre e difícil, como todas, as de quem do campo vivia.

Mas tão rica em afetos, que, tantos anos depois, era essa memória a sua companhia, entre horas passadas a olhar o vazio que trespassava a janela daquele quarto despido de gente e de esperança.

Mas quando o irmão entrava naquele quarto de hospital, os olhos do meu pai iluminavam-se e saía deles uma luz que raramente lhe via. A luz de um amor absoluto, um amor antigo e eterno, que me emocionava e fazia chorar.

Hoje vi o meu tio João. E quando ele se achegou a mim, vi o meu pai.

Os mesmos olhos, no mesmo rosto, as mesmas mãos, o mesmo olhar, o mesmo tímido abraçar.

E durante o tempo em que estivemos sentados lado a lado, fechei os olhos por momentos, e percebi.

 Éramos três naquele lugar.

 

 

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 08:00
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Inscrições para a Univers...

Município do Entroncament...

JORNADAS DE CULTURA ATÉ 2...

Festival de música Cartax...

Tertúlia Festa Brava orga...

“Quando ela… é ele!” teat...

Professores dos 3 Agrupam...

CARTAXO VOLTA A APRESENTA...

Jovens atores da Chamusca...

Tomar dá o corpo ao manif...

Programa de Educação Pare...

“Chamusca das Três Graças...

ERROS GROSSEIROS NA ELABO...

Festival de música Cartax...

Há apoios do Portugal 202...

‘Santarém em Cena’ reúne ...

Teatro Sá da Bandeira ini...

Ceyceyra Medieval a 21 e ...

TEMAS DE SAÚDE: Doente on...

"O medo tem alguma utilid...

Município de Azambuja ass...

Ano letivo 2019-2020 arra...

Tomar – Prisão preventiva...

Arroz é rei em novo event...

PSD visita operação de li...

Fórum Cultural em Arruda ...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Santarém retoma liderança...

União de Tertúlias de Aza...

Mercado de Outono e ofici...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds