NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Quarta-feira, 30 de Março de 2016
TORRES NOVAS: Obras de 12 ME para ajudar a despoluição na Bacia do Almonda

Empreitadas avançam este Verão no concelho de Torres Novas

9715f3b9-23b2-4a7e-9b0e-596baf76c533.jpg

O Presidente da Águas do Ribatejo anunciou esta quarta-feira, 30 de março, um investimento de 12 Milhões de Euros para obras de saneamento e abastecimento de água no concelho de Torres Novas. Francisco Oliveira referiu que foram aprovadas duas candidaturas no valor de 11 Milhões de Euros, com financiamento de 85% do Programa comunitário POSEUR Portugal 2020. As obras de saneamento nos sistemas de saneamento de Chancelaria/Pedrógão e Lapas/Ribeira devem arrancar no Verão para ficar prontas durante o ano de 2017.

O presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, Pedro Ferreira congratulou-se com o anúncio e referiu que, para além destas duas obras de grande magnitude, a empreitada para o saneamento na Lamarosa e Árgea no valor de 1,5 Milhões de Euros também vai avançar. O autarca torrejano, que é vogal do Conselho de Administração da Empresa Municipal Águas do Ribatejo, disse que tem a expectativa de ver ultrapassados os 30 Milhões de Euros de investimentos para Torres Novas anunciados no momento da integração da AR em Outubro de 2011.

Segundo Pedro Ferreira, os 13 Milhões de Euros já investidos pela AR no concelho de Torres Novas colocaram o abastimento de água em níveis de qualidade muito perto dos 100%, com os melhores parâmetros dos sete municípios que integram a empresa municipal. Na área do saneamento destacou as obras em Torres Novas, Riachos, Brogueira e Vale da Serra.

“As obras no saneamento deram um contributo significativo para a melhoria do Rio Almonda e de toda esta bacia. Infelizmente há ainda focos de poluição causados por descargas ilegais que não conseguimos evitar, mas há agora uma consciência coletiva de fiscalização e denúncia para acabar com essas situações”, referiu o Presidente do Município de Torres Novas. Recorde-se que a AR e o Município integram os grupos de trabalho criado pelo Governo para combater a poluição nos rios Tejo e Almonda. A empresa anunciou que já interveio junto de várias entidades por estarem em incumprimento em relação aos efluentes que lançavam na rede pública de esgotos sem autorização nem monitorização da AR.

Obras a avançar a curto prazo em Torres Novas:

q Sistemas de Saneamento da Chancelaria /Pedrógão

ETAR da Chancelaria/Pedrógão

Seis estações elevatórias

Emissário e condutas em A do Freire, Alqueidão e Pedrógão (Freguesia de Pedrógão)

Carvalhal da Aroeira, Nicho dos Rodrigos, Rodrigos (Freguesia de São Pedro)

Chancelaria, Lugarinho, Mata e Pafarrão (Freguesia da Chancelaria)

Custo previsto para a empreitada:

5,5 Milhões de Euros (candidatura aprovada em concurso público internacional)

  • Sistemas de Saneamento das Lapas/Ribeira Branca

ü ETAR das Lapas/Ribeira Branca

ü Oito estações elevatórias

ü Emissário

ü Condutas em Casais Martanes, Almonda, Videla, Zibreira, Casal da Pinheira, Ribeira Ruiva, Ribeira Branca e Lapas

ü Anulação de todas as descargas existentes para o Rio Almonda

ü Custo previsto para a empreitada:

           5,5 Milhões de Euros (candidatura aprovada em concurso público    internacional).

Outas obras:

q Construção de Conduta Elevatória de abastecimento de água a Torres Novas para permitir reforço da capacidade de abastecimento e reserva a partir de Riachos

q Substituição da Conduta entre a A 23 e o Reservatório de Cândido dos Reis

q Requalificação do Reservatório do Babalhau e interligação com Reservatório dos Carvalhais

O Presidente do Conselho de Administração considerou que 2015 foi um momento de consolidação do projeto e da missão da AR. “Concluímos projetos de elevada dimensão na infraestruturação que a empresa se propôs realizar, designadamente os referentes às Operações apoiadas pelo POVT (Plano Operacional de Valorização do Território). Investimos em seis anos 115 Milhões de Euros. Fomos uma das entidades que aplicou maior volume de fundos comunitários”, disse Francisco Oliveira.

O administrador realçou uma melhoria dos níveis de eficiência e de qualidade e redução das perdas de água de 52% para 34%, sendo o objetivo atingir os 20% em 2020. “Não podemos continuar a desperdiçar um bem precioso como a água. Para além da preocupação ambiental tratar a água é um processo muito dispendioso. É urgente reduzir as perdas”, acentuou.

Pedro Ferreira, vogal da administração realçou a responsabilidade social da empresa refletida na manutenção e alargamento do tarifário social e na manutenção dos valores praticados no tarifário base que é um dos mais baixos da região.

O autarca saudou a eventual integração do vizinho município da Golegã no sistema intermunicipal da AR, afirmado que é o corrigir de um erro antigo. Recorde-se que a Golegã chegou a integrar o núcleo fundador da AR, mas viria a abandonar o processo, tal como Cartaxo e Santarém.

O Presidente da Águas do Ribatejo disse que a empresa esta recetiva a acolher novos municípios “desde que o namoro seja vantajoso para os dois elementos do par porque só assim o casamento pode resultar”.

SALDO POSITIVO DE 1,5 ME SERÁ PARA INVESTIMENTOS

Na apresentação das contas, Francisco Oliveira realçou que apesar da entrada em funcionamento de novos sistemas e equipamentos foi possível reduzir as despesas de funcionamento da empresa, “graças ao empenho de administradores, direção e de todos os colaboradores”.

A AR terminou o ano de 2015 com um resultado positivo de 2.055.934 € antes dos impostos e um resultado líquido de 1.534.051 € que, segundo o Presidente, “é o melhor de sempre”.

Os resultados transitados serão aplicados em investimentos. No futuro próximo a AR terá de ter condições para suportar os investimentos exigidos, não apenas na comparticipação de obras financiadas por fundos comunitários, mas também na realização de empreitadas que terão de ser realizadas apenas com capitais próprios da empresa.

“Estamos no bom caminho, mas não vamos descansar, nem sequer abrandar o ritmo porque ainda há muito por fazer nos sete municípios que integram a AR e os 150 mil consumidores que servimos merecem o empenho total na melhoria contínua”, referiu o líder da AR.

O relatório realça ainda que “a proximidade com os clientes/utilizadores e a disponibilidade para os escutar e servir evidencia-se nos 114 232 atendimentos que fizemos nas nossas oito unidades em 2015, com uma média de 448 atendimentos diários”.

Fora do horário de expediente o cal center, com a linha gratuita 800 20 20 40, atendeu em média 168 pessoas com 3882 contactos no ano de 2015.

Francisco Oliveira referiu que em 2015, foram colocadas em funcionamento dezenas de novas infraestruturas, “fundamentais para assegurar a prestação de um serviço de qualidade à população”.

Apenas alguns números de construções e requalificações:

ü 46 ETAR, 306 Km de rede saneamento;

ü  67 reservatórios, 18 estações de tratamento de água e 267 km de rede de abastecimento.

ü Instalação de mais de 1000 contadores em espaços públicos.

ü  Substituição de 40 mil contadores

ü  Redução das perdas de água de 53% para 34% e mantendo o objetivo de atingir 20% em 2020

Questionado sobre a possibilidade do modelo da Águas do Ribatejo ser replicado noutras zonas do pais como anunciou o Ministro do Ambiente, Francisco Oliveira referiu que “é com particular orgulho que assistimos à evocação da AR como empresa modelo na gestão da água e do saneamento. Este reconhecimento agrada-nos, mas aumenta em nós a responsabilidade de não falhar e de melhorar ainda mais para atingirmos níveis de excelência”, disse.

Se escolhesse uma bebida para brindar ao sucesso da empresa, Francisco Oliveira escolheria a água da torneira. “Temos uma água de qualidade e um abastecimento de segurança certificado com 35 mil análises anuais. Queremos promover a nossa água com a colocação de fontes ligadas à rede pública nos serviços da AR e dos municípios.

A campanha “Água de Confiança, com toda a segurança” apela ao consumo da água da torneira por ser mais saudável, mais económica e mais amiga do ambiente. É com orgulho que temos como parceiros a Direção Geral de Saúde, a QUERCUS, a DECO e a APDA neste projeto.



publicado por Noticias do Ribatejo às 22:57
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


posts recentes

AQUApaper convida a desco...

Festa da Amizade – Sardin...

ESTÁDIO MUNICIPAL DO CART...

Projetos da Chamusca em d...

Município do Entroncament...

Criarei Apenas o que Não ...

Câmara de Santarém aprova...

Sea, David Fonseca, Tito ...

NERSANT realiza workshop ...

Novo livro condensa “Toma...

Agrocluster Ribatejo most...

Vamos eleger a Rainha das...

Entroncamento recebe o me...

SUSPENSÃO NO ABASTECIMENT...

Torres Novas – 4 detidos ...

PERCURSO PEDESTRE DA MATA...

Concerto de Cordis & Vito...

SUSPENSÃO NO ABASTECIMENT...

TEMAS DE SAÚDE: Serviço N...

56ª Feira Nacional de Agr...

Ser presente é uma escolh...

Ministro da Agricultura m...

Colégio de Fátima vence E...

Semana Aberta da Universi...

Secretário de Estado da E...

POLIEMPREENDE ATRIBUI 4.5...

Projeto AgriEmpreende rec...

FNA 19 continua a debater...

24 horas a pedalar em Cor...

Políticos de Palmo e Meio...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds