NOTICIAS DO RIBATEJO EM SUMARIO E ACTUALIZADAS PERIODICAMENTE - "A Imparcialidade Na Noticia" - UMA REFERÊNCIA NA INFORMAÇÃO REGIONAL -
Sexta-feira, 30 de Outubro de 2015
Vila Franca de Xira:

Câmara de Vila Franca de Xira aprova isenção de Derrama a empresas promotoras de emprego

Procurando dinamizar a criação de emprego no Concelho de Vila Fanca de Xira, a Câmara Municipal deliberou em reunião de câmara de 29 de outubro’15, no que à Derrama diz respeito, isentar as empresas com volume de negócios até 300 mil euros, desde que, em 2015 e 2016, criem e mantenham postos de trabalho, nos seguintes termos:

- Microempresas: 1 posto de trabalho;

- Pequenas empresas: 3 postos de trabalho;

- Médias empresas: 6 postos de trabalho.

Para além desta isenção, foi ainda aprovado que todas as empresas com volume de negócios até 150 mil euros fiquem também isentas do pagamento deste imposto.

Por outro lado, aprovou-se que às empresas com volume de negócios superior e 150 mil euros e que não se encontrem nas condições acima referidas para isenção, seja lançada uma Derrama de 1,5% sobre o lucro tributável.

 

 

Câmara Municipal e SMAS de Vila Franca de Xira aprovam orçamento para 2016 no valor global de perto de 71 milhões de euros

Os orçamentos da Câmara Municipal e dos SMAS de Vila Franca de Xira, para 2016, foram aprovados em reunião de câmara de ontem, 29 de outuro’15.

O documento da Câmara Municipal ascende a cerca de 51,5 milhões de euros. O dos SMAS é de cerca de 19,3 milhões de euros.

Na apresentação do orçamento da Câmara Municipal, o Presidente da edilidade, Alberto Mesquita, referiu que o mesmo “é um orçamento rigoroso e responsável, sem abdicar dos nossos propósitos de investimento”, sublinhando que “as grandes opções do plano e o orçamento em análise revelam e combinam precaução e capacidade de investimento. Precaução na previsão da receita (…). Capacidade de investir, na vontade de servir mais e de servir melhor as nossas populações, colocando o investimento público qualificador ao serviço da coesão social, da inovação, da sustentabilidade ambiental, da criação de emprego e do desenvolvimento económico.”

Num contexto de desconhecimento sobre o Orçamento de Estado para 2016, a estratégia orçamental municipal para o próximo ano fundamenta-se, segundo refere o seu documento, “na prossecução de uma política de rigor orçamental, com vista à contínua consolidação do equilíbrio financeiro e à continuidade de projetos estruturantes no decurso do presente mandato”.

Num quadro de contenção financeira, mais uma vez, o Orçamento Municipal reflete a racionalização de recursos, assente na concentração de meios e na centralização de aquisições de bens e serviços, numa perspetiva de escala, tendo em vista o incremento da eficácia e da eficiência. Aliás, a eficiência financeira da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira tem sido evidenciada pela Ordem dos Contabilistas Certificados, nos seus Anuários Financeiros sobre os Municípios. O último, relativo ao ano de 2014, coloca a Câmara Municipal em 3.º lugar, nos municípios de grande dimensão.

As Grandes Opções do Plano da Câmara Municipal refletem as linhas de orientação estratégica do Município, assentes, em síntese, na continuidade das prioridades nos domínios da Educação, Qualificação do Espaço Público, Solidariedade, Cultura e, Apoio ao Movimento Associativo.

Do programa de investimentos do município, destacam-se as seguintes ações:

- Construção da nova EB nº2 de Vialonga;

- Esquadra da PSP de Vila Franca de Xira;

- Obras mediante candidaturas, no âmbito do Portugal 2020 (há a intenção, por exemplo, de efetuar a ligação do Parque Linear Ribeirinho à União das Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho; a ligação da Vala do Carregado ao Município de Alenquer; e a ligação do Parque Urbano de Póvoa de Santa Iria aos concelhos de Loures e Lisboa);

- Parques Urbanos: Quinta da Flamenga (Vialonga) e Quinta da Piedade (Póvoa de Santa Iria);

- Orçamento Participativo;

- Estratégia Municipal de Reabilitação Urbana;

- Arruamentos e pavimentos;

- Aquisição de viaturas de frota ambiente e ilhas ecológicas.

Alberto Mesquita reforçou ainda como imperativo de ação da Câmara Municipal “fazer mais e fazer melhor, pelas pessoas e pelo nosso Concelho”.

O Orçamento dos SMAS, de acordo com o seu documento, traduz os objetivos traçados pela sua Administração: “continuidade dos princípios de rigor e contenção, sem prejuízo do cumprimento da sua principal missão: a prestação de um serviço público essencial como o selo de Qualidade Exemplar da Água para o Consumo Humano assim o exige”.

Na apresentação do orçamento, o Presidente do Conselho de Administração dos SMAS, António Oliveira, salientou que “As medidas e a gestão realizadas permitem um acentuado equilíbrio entre as receitas e as despesas, gerando o autofinanciamento dos SMAS, o qual permite o investimento de acordo com o Plano construído, num valor global inicial de 2.378.500,00 Euros, no âmbito da melhoria das redes de saneamento e abastecimento, propiciando ainda a renovação de equipamentos, continuidade do processo visando melhores condições de trabalho para os nossos colaboradores, reforçando assim a continuidade da eficiência dos serviços, num diálogo concreta e objetivamente positivo com as suas organizações representativas”.

Na ocasião, António Oliveira destacou ainda, na área do Abastecimento de Água, a construção em curso de duas células de reserva de água, de 2.500m3 cada, para a zona de Póvoa de Santa Iria, Bragadas e Forte da Casa. Na área do Saneamento, o Presidente do Conselho de Administração dos SMAS salientou que a atenção estará focada na remodelação das redes de drenagem de águas residuais, reforçando o setor dos separativos, “procurando reduzir cada vez mais a contribuição das águas pluviais nas redes de drenagem de águas residuais domésticas, evitando desta forma encargos dos SMAS, junto da entidade gestora pelo tratamento”, referiu.

Os resultados positivos da gestão dos SMAS são de referir, reconhecidos aliás também pelo “Anuário Financeiros dos Municípios Portugueses” em dois anos consecutivos, no Sector Empresarial Local e Serviços Municipalizados. Em 2013 foi classificado em 3.º lugar e em 2014 em 2.º lugar.

 

Município de Vila Franca de Xira mantém IMI na taxa mínima e aplica reduções a famílias com filhos para 2016

A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira aprovou a taxa de IMI para 2016 em reunião de câmara de 29 de outubro’15.

A autarquia deliberou, por um lado, manter a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) no seu valor mínimo (0,3); por outro, aplicar reduções a famílias com filhos, de acordo com o seguinte:

- Redução de 5% para agregados familiares com um filho;

- Redução de 10% para agregados familiares dois filhos;

- Redução de 15% para agregados familiares com três ou mais filhos.

Ao todo, prevê-se que sejam abrangidos cerca de 15 mil agregados familiares.

Aquando da apresentação desta proposta, o Presidente da Câmara Municipal, Alberto Mesquita, referiu que “a aplicação do IMI familiar constitui uma desoneração e um alívio dos orçamentos familiares, já muito penalizados pela severa carga fiscal, em especial sobre o trabalho, não obstante a solução legislativa adotada não ser a mais adequada, designadamente do ponto de vista da igualdade”.

 



publicado por Noticias do Ribatejo às 21:14
link do post | comentar | favorito

pesquisar
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Município de Azambuja ass...

Ano letivo 2019-2020 arra...

Tomar – Prisão preventiva...

Arroz é rei em novo event...

PSD visita operação de li...

Fórum Cultural em Arruda ...

CÂMARA MUNICIPAL DO CARTA...

Santarém retoma liderança...

União de Tertúlias de Aza...

Mercado de Outono e ofici...

ATIVIDADES PRIMEIRO FIM D...

ELA É UMA MÚSICA OCUPA VA...

Espaço Cidadão em Aveiras...

Politécnico de Santarém a...

Centro Cultural recebe se...

X Maratona BTT NO TRILHO...

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A...

CÂMARA ENTREGOU FICHAS ES...

"Love Conquers All", no J...

Rock na Aldeia 2019

Município de Azambuja ass...

Parabéns Cátia Mateus!......

O Movimento Juntos pelo R...

Joana Bagulho toca Carlos...

NERSANT Business soma já ...

TEMAS DE SAÚDE: Sequelas ...

Não nascemos para sermos ...

‘Os homens e as mulheres ...

Sessões de Yoga para cria...

CÂMARA MUNICIPAL RECEBE C...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

tags

todas as tags

subscrever feeds